Medo

É uma coisa terrível viver com Medo.
Não está conscientemente presente, mas está lá .
Sempre.
A espreitar, pronto a despoletar a qualquer altura ou momento.
Não é propositado, muito menos desejado , mas sabendo o que se sabe, não será de criticar quem o tenha e muito menos demonstrar pena por quem  o sente.
A empatia só chega até determinado ponto.
Ao contrário da fé,  não se estende a todos.
Desde pequenos que nos tentam arranjar soluções , que nos permitam encarar as coisas com um maior aceitação, leveza, graça.
A verdade seria crua e dolorosamente difícil de processar.
Por isso há quem opte por atalhos, não se  permitindo sentir.
Há quem opte por não ver o que está mesmo á sua frente e se permita ver  o que na realidade não existe de todo.
Tem um efeito apaziguador.
O Medo não nos permite fugir ou enganar .
É um companheiro frio e sem compaixão, mas pelo menos não nos mente, engana nem decepciona.
Sabemos exactamente com o que contar.
A dor, por vezes fisica, é apenas um preço, ainda que caro, a pagar.  

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: